Coluna do Prisco

Cláudio Prisco paraíso

Protagonista
Raimundo Colombo escalou alguns
degraus na importância políti ca e de
liderança no contexto nacional. Tanto
na saída da reunião de governadores
com o presidente Michel Temer,
como na de terça-feira, exclusiva para
mandatários estaduais, ele foi escolhido
como porta-voz do grupo para
atender a imprensa e, consequentemente,
falar para milhões de pessoas.
Até porque Santa Catarina largou na
frente no ajuste previdenciário, já
em vigor desde 2015. Quer queiram
ou não, o Estado é um dos melhores,
senão o melhor, do ponto de vista do
equilíbrio das contas. E sem aumentar
impostos, uma posição inarredável
do governador catarinense.
É um momento importante, de
grandes mudanças e Colombo pode
ganhar uma notoriedade que até
então não vinha tendo, embora faça
uma gestão reconhecida nacionalmente
sob vários aspectos. Está acontecendo
naturalmente e seria leviano
neste momento falar sobre uma projeção
nacional do governador para
2018.
Candidatos golpistas
O Parti do dos Trabalhadores de Florianópolis
manifestou através de nota,
deliberada pela Comissão Executi va
Municipal (CEM), a decisão de não
apoiar nenhuma candidatura neste
segundo turno. De acordo com o
texto, ambas representam retrocesso
aos trabalhadores e apoio ao Golpe
contra a Democracia.
Voto nulo?
“Diante destes fatos, o PT manifesta
que ambas as candidaturas,
que foram ao segundo turno, não
são alternati vas e não representam
qualquer ti po de mudança para Florianópolis.
Pelo contrário, representam
retrocessos e reforço políti co contra
os trabalhadores (as). Não nos representam.
Por isso defendemos o voto
nulo”, diz o documento.
Sem rumo
Com todo o respeito ao comando do
PT na Capital, mas a nota demonstra
que o parti do está perdidinho. Falar
em golpe contra a democracia e orientar
voto nulo? Menos, senhores.
Também é preciso saber se alguma
das candidaturas iriam querer o apoio
do PT no segundo round. O brutal
desgaste em função dos escândalos
sem fi m envolvendo fi guras de proa
do peti smo sugere que receber suporte
formal da legenda pode signifi -
car perda de votos!
Parceria
O deputado Mário Marcondes recebeu,
esta semana, o prefeito eleito
de Campo Erê, Odilson “Nego” Lima.
Além de cumprimentar o mandatário
pela vitórias nas urnas, o parlamentar
conheceu detalhadamente as principais
demandas do município oesti no.
Marcondes reiterou seu compromisso
com a população de Campo
Erê, colocando-se à inteira disposição
para ajudar o município.
Nova eleição
O Pleno do Tribunal Regional Eleitoral
de Santa Catarina negou provimento
ao recurso interposto por Serginho
Rodrigues e Priscila Dias referente
aos registros de suas candidaturas
a prefeito e vice-prefeita em Bom
Jardim da Serra. Determinou, ainda,
a realização de novas eleições no município,
caso a decisão transite em julgado
(não caiba mais recurso).
Inelegível
O juiz da 28ª Zona Eleitoral, Ronaldo
Denardi, havia indeferido o registro
da chapa majoritária, em virtude de
ter declarado inelegível a candidata
a vice-prefeita Priscila Dias. Já no TRE,
os juízes não acataram as alegações
dos candidatos e indeferiram o recurso.
Trabalhando
Prefeito e vice eleitos em Criciúma,
Clésio Salvaro e Ricardo Fábris, esti -
veram no Palácio Santa Catarina com
o Vice-Governador, Eduardo Moreira.
Na Capital, também conversaram
com o Secretário Estadual de Saúde,
João Paulo Kleinubing, na sede da
pasta. Na reunião discuti ram a parti cipação
do governo com o município
de Criciúma para ajudar no custeio
do Hospital Materno Infanti l de Santa
Catarina em Criciúma e a contratualização
do Hospital São José.




Facebook jornal.png

Rua João Pessoa, 1969 - Sala 003 | Pinhalzinho | 049 3366-3910

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina