Coluna do Grêmio

Tiago Wagner

NA PRÓXIMA TERÇA FEIRA, DIA 30, TEREMOS O JOGO DE VOLTA DA LIBERTADORES CONTRA O RIVER PLATE. O JOGO PODERÁ SER ASSISTIDO NA "FIVE BAR BURGER" EM FRENTE AO LAGO. HAVERÁ UMA CONCENTRAÇÃO DE GREMISTAS A PARTIR DAS 20h. TRAGA SUA BANDEIRA, SE JUNTE AOS IMORTAIS TRICOLORES E VAMOS EM BUSCA DE MAIS UMA FINAL.

O QUE É LIBERTADORES?

É uma competição que é disputada por grandes equipes, onde a fase de grupos é definida em sorteio, e após isso as melhores equipes de cada chave se enfrentam em mata-mata. Nestas fases temos que ter consciência de que NÃO SE JOGA, SE GANHA. Apenas fiz a descrição para quem não tem mais muitas lembranças.

O QUE FOI O JOGO...

O Grêmio foi um monolito no Monumental de Nuñez. O River Plate veio com um volante só, três meias, dois atacantes e nem assim conseguiu fazer seu jogo de bola no chão, infiltração e vitória pessoal. Renato Portaluppi, estratégico como nunca, fez jogar Michel de primeiro volante. Desfez a dobradinha Cícero e Maicon nas primeiras posições porque viu a tempo que não podiam fazer a função defensiva juntos sem um marcador mais enérgico ao lado. Então, Michel protegeu os zagueiros, Cícero ficou por perto, Maicon mais adiante, Ramiro e Alisson de socorristas dos laterais e Jael cumprindo o sacrifício de prender sozinho dois zagueiros portenhos. Uma estratégia de contenção, de amordaçamento do time que no jogo de ida tinha mais qualidade e por isso, antes de tudo, precisava ser anulado. Leonardo Gomes ainda chutou uma bola perigosa de fora da área já com 1x0 a favor, gol do iluminado Michel. Antes e depois, Marcelo Grohe praticou, ao todo, três defesas importantes em chutes de fora da área do River Plate. A dupla de zaga, a melhor da América, voltou aos seus melhores dias. Geromel tinha vindo abaixo do próprio padrão depois da Copa, retomou na hora certa sem errar nada em Buenos Aires. Kanemann já vem em regularidade lá em cima há mais tempo, não oscilou. O Grêmio ganhou sem jogo de dvd, sem malandragem, sem pontapé ou retranca. Montou um sistema defensivo eficientíssimo, trocou passes no campo adversário, ainda que seu gol tenha nascido de bola parada e Armani não tenha praticado nenhuma defesa. Tipo de vitória que catapulta a confiança ao infinito. Luan sentiu a lesão, é dúvida até para a outra terça-feira, quando volta Everton. Não está ganho porque se trata de River Plate, que já reverteu exatamente a mesma situação contra o Cruzeiro numa Libertadores recente. Mas a vantagem gremista é enorme. Do jeito que aprendeu a jogar Libertadores com Renato, duvido muitísismo que o Grêmio se permita vacilar na Arena terça-feira que vem.

AINDA...

Eu imagino o momento do gol do Grêmio perante nossos rivais colorados. Não deve ter sido fácil. Nós, bi rebaixados, que só jogamos contra times fáceis, que ano passado só pegamos "babas", com um time remendado, sem os nossos 2 principais jogadores, ganhando do poderoso River Plate, que estava completo, lá na Argentina, ganhando um jogo jogando taticamente perfeito... Não deve ter sido fácil para o campeão de tudo e líder (ops)...

SEGUIMOS O LÍDER, ATÉ O FIM




Facebook jornal.png

Rua João Pessoa, 1969 - Sala 003 | Pinhalzinho | 049 3366-3910

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina