Encontro Estadual de Educação Empreendedora aconteceu na última semana

Foto: Ascom

O município de Pinhalzinho sempre busca aprimorar as formas de ensino, a fim de proporcionar uma comunidade mais completa e coesa. Por isso, ao longo do tempo, Pinhalzinho veio melhorando e expandindo o acesso à educação para todos. O município sempre esteve empenhado em proporcionar uma educação de qualidade e criar um ambiente de aprendizagem multidisciplinar que pode ser desfrutado por todos, incluindo alunos, pais e professores.

Nos últimos dias 14 e 15 de junho, o secretário de Educação de Pinhalzinho Fabrício Fontana e a diretora de Ensino Fundamental Diana C. dos Santos participaram em Florianópolis, do Encontro Estadual de Educação Empreendedora - Os Caminhos da Educação Básica Catarinense no Pós Pandemia - que tem por objetivo construir caminhos para uma educação de qualidade no Estado de Santa Catarina, alicerçado em teorias de base científica. "Participamos de varias palestras que abordaram temas diversos como a BNCC, currículo, sobre o novo FUNDEB, a importância da escuta das crianças no projeto educativo - educação infantil e os rumos da educação nos pós pandemia", contou a diretora Diana dos Santos.

O evento reuniu secretários e gestores de educação de 87 municípios do Estado. O episódio foi promovido pelo Cidade Empreendedora do SEBRAE, e fez parte do Encontro Estadual de Educação Empreendedora.

O diretor técnico do SEBRAE/SC reforçou a relevância da iniciativa e disse que com a pandemia da COVID-19, o mundo enfrentou uma crise sem precedentes na história, que impactou diretamente a forma como as pessoas se relacionam, inclusive nos processos de ensino e aprendizagem. "Professores tiveram que reinventar a maneira de ensinar, alunos tiveram que reaprender a estudar. Mas e quais os impactos desses últimos dois anos no futuro dos estudantes catarinenses? Como será o processo de ensino daqui para frente? O que muda? O que precisa ser adaptado? Foi pensando em debater esses questionamentos, que criamos a programação desse evento, que busca contribuir com o futuro da educação básica em Santa Catarina", comentou Luc Pinheiro.

A primeira palestra debateu os sistemas educacionais em um mundo de transformação e foi ministrada por Anna Penido, diretora do Centro Lemann de Liderança para Equidade na Educação, e mediada pelo secretário de Educação de Joinville, Diego Calegari Feldhaus.

Na sequência, especialistas em educação empreendedora do SEBRAE expuseram as soluções da instituição para a educação básica. "Estimular e buscar soluções inovadoras em prol da educação empreendedora é uma das premissas de atuação do Sebrae. Em todo o país e aqui em Santa Catarina temos uma série de iniciativas que merecem ser compartilhadas para inspirar educadores e para que juntos possamos transformar cada vez mais a realidade de ensino nos municípios catarinenses", disse o gerente de desenvolvimento regional do Sebrae/SC, Paulo Cesar Sabbatini Rocha.

Ainda no primeiro dia o diretor executivo em Santa Catarina da Junior Achievement, Evandro Badin ministrou a palestra "Inovação, Desejo e Atitude - como despertar o protagonismo nos jovens. Por conseguinte, o presidente do Instituto Brasileiro de Sociologia Aplicada, Antônio Cesar Russi Calegari falou sobre as verbas destinadas à educação, orientando práticas para que os municípios possam acessá-las.

No painel seguinte, foi debatido a educação no ensino fundamental e como as escolas podem operacionalizar a implementação da Base Nacional Comum Curricular e dos currículos locais a partir das lacunas deixadas pela pandemia, finalizando com um debate em relação à educação infantil no pós-pandemia.

No segundo dia de evento, abriu-se a palestra com a fundadora e diretora do Centro de Políticas Educacionais da Fundação Getúlio Vargas, Cláudia Maria Costin que falou sobre "Como alcançar a aprendizagem perdida na pandemia".

Por finalidade do evento, foi debatido os rumos da educação no pós-pandemia, com a presença do Gerente de Cultura Empreendedora do Sebrae Nacional, Jânio Macedo, e representante do MEC, com mediação do secretário estadual de educação de Santa Catarina, Vitor Fungaro Balthazar.

A diretora de Ensino Fundamental de Pinhalzinho Diana dos Santos disse que o momento foi grandioso e cheio de trocas de experiências entre os municípios parceiros do SEBRAE. "São experiências exitosas que nos orientam e nos fazem ver que estamos no caminho certo de uma educação inovadora, arrojada e eficiente. Que todos os programas e projetos que estão sendo realizados na educação de nosso município venham para melhorar e agregar nas aprendizagens do empreendedorismo na vida das crianças. O nosso papel enquanto Secretaria de Educação é assumir com responsabilidade esta visão de empreendedorismo de vida para no futuro termos pessoas responsáveis e autênticas", completou.

De acordo com o portal online SEBRAE, O quarto ciclo do Programa Cidade Empreendedora foi inspirado em cidades humanas, inteligentes e sustentáveis. "Ele conta com cinco pilares de ação para que o município organize e impulsione o seu ambiente de negócio: liderança, desburocratização, Sala do Empreendedor, compras públicas e educação empreendedora. Além dessa base, que é comum a todos que participam do programa, o município pode escolher entre as mais de 70 soluções disponíveis quais deseja executar, organizadas em 11 verticais estratégicas: Cidade Líder, Cidade Confiável, Cidade Agro, Cidade Mulher, Cidade Comunicativa, Cidade Educadora, Cidade Sustentável, Cidade de Negócios, Cidade Turística, Cidade Criativa e Cidade 4.0".


Imagens


Facebook jornal.png

Rua João Pessoa, 1969 - Sala 003 | Pinhalzinho | 049 3366-3910

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina