Homem é preso em Maravilha por matar cão por 10 reais

Moradores incomodados com a situação acionaram a guarnição policial

Polícia Civil de Pinhalzinho
Foto: PC

A Polícia Militar, no último dia 18, conduziu à Central de Polícia de Maravilha um homem de 47 anos responsável por matar cruelmente um cão a marretadas por uma recompensa de 10 reais, concedida por um empresário da cidade de Maravilha.

O Delegado Lucas Almeida, responsável pela lavratura da prisão em flagrante explicou que segundo apurado, o fato foi flagrado por uma testemunha que se incomodou com os latidos do cão, e quando foi verificar a situação, avistou dois homens matando o cão, sendo que um segurava ele pela corrente e outro desceria golpes de marretas no animal.

Outras pessoas, incomodadas com a situação, acionaram a PM que prontamente efetuou a detenção de um dos suspeitos. O segundo suspeito se evadiu do local. Lucas disse que o autor relatou aos militares que o dono de um mercado local prometeu a quantia de 10 reais para cada um dos autores para matar o cão, e, inclusive, teria fornecido as ferramentas para matar e enterrar o cachorro.

"Vale esclarecer que a pena de maus-tratos é de até cinco anos de prisão, motivo pelo qual não foi arbitrada fiança. Na delegacia, o autor permaneceu calado", esclareceu o delegado.

Imagens




Facebook jornal.png

Rua João Pessoa, 1969 - Sala 003 | Pinhalzinho | 049 3366-3910

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina